PM mata assaltante e é morto enquanto fazia bico de motorista

© Reprodução Policial militar Rogério Ferreira de Souza mata adolescente reagindo a assalto e é morto logo em seguida

O cabo da Polícia Militar (PM), Rogério Ferreira de Souza, de 41 anos, foi baleado e morreu após reagir a uma tentativa de assalto enquanto fazia bico de motorista perto de uma baile funk na Zona Leste da cidade de São Paulo, no último sábado (9). Um rapaz de 17 anos, que anunciou o assalto, foi baleado e também morreu.

Segundo a PM,  no momento do crime, Ferreira estava trabalhando para um aplicativo de transporte particular. A polícia informou que ele estava transportando o adolescente e outras duas pessoas ao baile funk. No fim da corrida o assalto foi anunciado pelo adolescente e Souza reagiu com dois tiros no tórax do jovem. A polícia não divulgou quem baleou o policial.

Colegas do PM, entretanto, afirmaram em redes sociais que após atirar no garoto, Ferreira foi baleado por homens que saíam no baile funk. Ainda conforme a PM, o celular e um revólver calibre 38 foram roubados da policial — uma pistola .40 foi apreendida. Tanto Souza como o adolescente foram socorridos, mas morreram antes de chegar ao hospital. Outro jovem e uma mulher fugiram do local. Ambos estavam no veículo.

Em nota, a empresa 99, para qual a vítima prestava serviços, informou que Rogério não estava atendendo durante o crime. “Sua última corrida foi finalizada normalmente antes da ocorrência, à 0h56 do dia 9”, afirmou. Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta da 1h. O caso ainda está sobre investigação e foi registrado como roubo seguido de homicídio no 63° Distrito Policial (DP).

VEJA.com